domingo, 4 de setembro de 2016

Capítulo 03

        Chegamos no Brasil depois de uma viagem cansativa de 18 horas, sério, eu preciso de uma cama. Aqui ainda era de madrugada, mas mesmo assim tinha alguns fotógrafos nos esperando fora do aeroporto. Estávamos de óculos escuro, pra tentar disfarçar a cara de sono mesmo. Conseguimos chegar no carro tranquilamente, eu e o Junior fomos em um carro com o Big e o restante foi em outro. Seguimos direto pra casa, quando eu estava quase dormindo senti o carro parar e quando vi já estávamos em casa. Desci, peguei minha mala e o Junior a dele, entramos em casa e como imaginávamos, estavam todos dormindo. 
Flavia: Eu vou dormindo a onde?
Junior: No quarto da Rafa ou no meu, você escolhe.
Flavia: Acho que vou ficar com a Rafa, você ronca. - ele me olhou ofendido e eu ri. Lhe dei um beijo no rosto e peguei minha mala. - Boa noite preto!
Junior: Boa noite coisa chata! - riu e eu fui pro quarto da Rafa. Tentei fazer o minimo de silêncio possivel, coloquei minha mala em qualquer canto e me joguei no colchão ao seu lado, sem nem trocar de roupa. [...] Acordei com alguém pulando em cima de mim, cara, eu acabei de fechar os olhos. 
Rafaella: Acorda, acorda flor do diaa!
Flavia: Rafaella, eu acabei de dormir velho. Me deixa quieta! - resmunguei e ela riu. 
Rafaella: Nada disso amor, vamos lá! Tá um sol maravilhoso e hoje é dia de praia meu amor.
Flavia: Ta, quando eu acordar nós vamos. - falei ainda com os olhos fechados e ouvi ela bufando. 
Rafaella: Por favor Flavinha, poxa, eu tava morrendo de saudades da minha melhor amiga.
Flavia: Não, pode parar. Nem adianta fazer essa carinha aí.
Rafaella: Mas eu to fazendo essa carinha mesmo, abre os olhos Flaviaaaa! - me sacudiu e eu bufei, levantei o rosto do travesseiro e a fitei com raiva. 
Flavia: Te odeio!
Rafaella: E eu te amo, agora levanta, acho que vamos passar um dia no iate.
Flavia: Quem ta acordado? - com muito sacrificio me sentei na cama e ela se levantou. 
Rafaella: Bom, nesse momento só tá eu, a mãe e agora, você. - a olhei espantada e depois minha ficha caiu, peguei um travesseiro e ataquei nela, mas sorte dela que foi rápida o suficiente em desviar. - To indo acordar o resto do povo, relaxa ow!
Flavia: Vaza Rafaella, af cara, te odeio velho. - ela me deu um beijo rosto e saiu do quarto rindo. Me joguei na cama e fiquei ali por alguns segundos, mas logo levantei e fui direto pra debaixo do chuveiro. Tomei um banho gelado e bem gostoso, coloquei meu biquini e um shorts jeans curto. Sai do quarto e desci as escadas, na sala estavam o Jota e o Gil com a maior cara de sono da vida. Escutei passos atrás de mim e o Neymar veio descendo as escadas xingando a Rafaella, gargalhei da cara deles e fui direto pra cozinha. [...] O dia realmente estava maravilhoso, o Iate estava parado próximo a uma pequena ilha e estávamos nos divertindo bastante. Os meninos estavam competindo quem pulava mais bonito no mar, bando de louco. Eu estava junto com a Rafa sentada na beira do iate, rindo daqueles idiotas e também pegando um solzinho né? 
Flavia: E aí, muito ansiosa pra festa?
Rafaella: Um pouco, acho que estava mais nervosa com os preparativos do que com a festa em sim.
Flavia: Vai dar tudo certo amiga, relaxa. - ela sorriu e assentiu. 
Rafaella: O Juninho tava falando que vocês pretendem "assumir" durante a festa.
Flavia: Pois é, estávamos conversando sobre isso, mas nada foi decidido ainda.
Rafaella: Fla, você acha que isso pode dar certo? - a olhei confusa. - Digo, esse namoro falso de vocês, sabe, será que isso não vai estragar a amizade dos dois?
Flavia: Eu não sei Rafa, eu vou fazer de tudo para que isso não aconteça. O Neymar é um dos meus melhores amigos, você sabe disso. - ela assentiu e ficamos mais um tempo ali. Os meninos pararam com a brincadeira e ficaram ali conversando. Fiquei rindo ali com eles por um tempo, até que decidi ir na outra ponta do iate, me deitei por ali e fiquei olhando pro céu. Pensando em tudo que pode acontecer, o que está acontecendo. Fui tirada dos meus pensamentos com alguém sentando ao meu lado, olhei e vi que era o Junior. 
Junior: Que foi que tava toda concentrada aí ow?
Flavia: Nada. - ri - apenas pensando em algumas coisas. - ele me olhou por um instante e depois voltou a fitar o horizonte. 
Junior: Sei como é, sabe, acho que eu não cheguei a te agradecer. -o olhei confusa e ele continuou, ainda sem me encarar. - por você topar fazer parte disso, por saber que a sua vida vai virar um inferno e mesmo assim estar ao meu lado. Obrigado, de coração mesmo.
Flavia: Olha, eu já te disse isso uma vez, mas volto a repetir. Você é meu melhor amigo Junior, amigos são pra isso, minha irmã fala que amizade é que nem um casamento. Na alegria e na tristeza, na pobreza e na riqueza, apoiar e estar junto sempre. - ele me encarou e depois sorriu. 
Junior: Que bom que você acha isso, porque bom, eu acabei de postar uma foto sua no meu instagram. - deu um sorriso cínico e eu o olhei espantada, peguei meu celular e vi que ele realmente havia postado. 

neymarjr:  



















Nem olhei os comentários, já que meu celular começou a travar de tanta notificação. O desliguei rapidamente e ele estava rindo, revirei os olhos e acabei rindo junto. Ficamos curtindo o dia no Iate até começar a escurecer, no final da tarde fomos embora. [...] Estávamos sentado na área de lazer conversando e sem nada pra fazer, não era nem nove horas da noite e o tédio reinava ali. 
Rafaella: Ah não gente, por favor, vamos fazer algo. Não aguento mais esse tédio, na moral.
Flavia: Nem fala Rafa, to quase morrendo aqui.
Jota: Nós podíamos ir em uma baladinha né? Faz tempão que não vamos.
Flavia: Nós fomos semana passada Joclécio. - ele me olhou emburrado e o pessoal riu. - Mas eu concordo contigo migo, o que vocês acham? - olhei o povo lá e eles concordaram. Eu e a Rafa fomos nos arrumar, enquanto ela foi tomar banho eu separei as coisas que eu ia usar. Escolhi um shorts preto com detalhes em dourado, um cropped folgado de manga boca de sino e finalizei com um meia pata preto. No meu cabelo fiz algumas ondas com o babyliss e uma maquiagem marcante. Peguei meu Rg, meu celular e os deixei separado, provavelmente pediria pra um dos meninos levarem no bolso. Estava retocando o batom quando a Rafa entrou no quarto prontissíma.
Flávia: Uau, o Junior vai falar um monte dessa sua roupa.
Rafaella: Ah não. porque de você ele quase nem vai falar. - me olhei no espelho e não vi nada de errado com a minha roupa.
Flavia: Só que eu não sou nada do Neymar pra ele ficar falando ow. - ela revirou os olhos e eu ri. - Você tá uma gata, hoje você sai da seca.
Rafaella: Não sei como ainda te chamo de melhor amiga. - revirou os olhos e eu ri, a puxando para um abraço. Pegamos nossas coisas e descemos, os meninos já estavam lá, claro, menos o Neymar. 
Gil: Agora é só esperar a princesa descer.
Junior: Já to aqui Gilmar, relaxa mano. - falou mexendo no celular e eu quase babei, ele estava um gato. Quando tirou os olhos do celular, primeiro olhou para a Rafa e logo em seguid  a seu olhar caiu em mim, me olhou de cima a baixo e fez uma careta. - Vocês vão aonde vestindo isso? 
Rafaella: Af, nem começa Junior. 
Junior: To falando sério, ta aparecendo muita coisa aí. - apontou pra nós duas e eu revirei os olhos. 
Flávia: Vamos logo, depois você pode reclamar o quanto quiser. 
Junior: O quanto eu quiser? - resmungou enquanto eu o puxava pra fora. 
Flávia: Sim, o quanto quiser. Agora vamos logo! - entramos no carro e fomos em direção a Woods. A boate estava cheia, as pessoas dançavam coladas uma nos outras e nem davam bola pra isso. Fomos para o camarote que já estava reservado, nos acomodamos e pedimos algumas bebidas. Eu e a Rafa estávamos dançando a alguns minutos quando senti alguém me abraçando por trás e se mexendo no mesmo ritmo que o meu. Foi quando começou a tocar "Parara Tibum" da Mc Tati Zaqui, foi aí que eu comecei a provocar. Me virei e vi que quem estava atrás de mim era o Junior, sorri e joguei meus braços pelo seu ombro, rebolando e cantando a letra perto do seu ouvido. Ele apertava minha cintura quando eu rebolava perto do seu membro, não sei se era o efeito da bebida, mas eu comecei a dar beijos no seu pescoço e me arrepiei quando eu gemeu no meu ouvido. 
Junior: Não provoca se você não aguenta. - afastou seu rosto do meu e me olhou.
Flavia: Quem disse que eu não aguento? - passei a lingua nos meus lábios e ele acompanhou o movimento com os olhos, ele me olhou e murmurou alguma coisa antes de atacar meus lábios com o seu. Que beijo gostoso, segurei seu cabelo com força e ele desceu sua mão para minha bunda, dando um aperto. Nos beijávamos com fervura, e é impressão minha ou ali estava quente? Foi quando fomos tirados da nossa bolha com alguém o chamando. 
xxx: Atrapalho? - nos soltamos e vi quem estava ali. 
Junior: Bruna? 
Bruna: Oi Ju, desculpa atrapalhar. - deu um sorrisinho e eu a fitei. O Junior me largou e a puxou para um abraço, os dois começaram um assunto e esqueceram que eu estava ali. Fitei o Neymar pra ver se ele me notava, mas nada, dei as costas pro casalzinho e fui em direção ao sofá, encontrando Gil sentado ali. 
Gil: Ta tudo bem?
Flávia: Sim, tudo bem. Alguém viu o que aconteceu ali? 
Gil: Só o bonde, tenho que confessar que fiquei chocado. - ri e dei um gole na bebida que ele tomava. 
Flávia: Bom, eu também fiquei assustada com aquilo. Acho que foi a bebida!
Gil: Eu acho que não! - o empurrei e nós rimos. 
Flávia: Cadê a Rafa? 
Gil: Tão tudo lá embaixo curtindo. 
Flavia: E você não foi por que? 
Gil: Porque eu sabia que você ia precisar de um ombro amigo. - passou seu braço pelo meu ombro e eu encostei ali. 
Flavia: Por isso que eu te amo. - dei mais um gole na bebida e ficamos ali conversando. Até que senti ele ficar rigido e o fitei, ele olhava em direção a um canto escuro do camarote e quando eu segui seu olhar, senti meu sangue gelar, o Neymar e Bruna estavam se beijando. 

Neymar POV

Não sei o que aconteceu, uma hora eu e a Bruna estávamos conversando e na outra estávamos nos beijando loucamente. Confesso que não senti nada com esse beijo, claro que era gostoso baija-la, mas não era mais a mesma coisa, não era como beijar a Flávia. Abri meus olhos e a afastei assustado quando lembrei que a alguns minutos eu estava beijando a Flávia, a garota que aceitou ser minha "namorada". - Isso não era pra acontecer Bruna!
Bruna: O que? Por que não? 
Junior: Eu tenho namorada Bruna, porra cara. - passei a mão pelo cabelo irritado. 
Bruna: Bom, eu acho que a sua namorada não liga muito pra isso. 
Junior: Por que ta dizendo isso garota? - ela apontou em direção a pista de dança e vi que a Flávia estava dançando com o Gil. Senti meu sangue esquentar, isso não era pra ta acontecendo. Larguei a Bruna ali e desci as escadas, nem dando bola se iam me reconhecer ou não. Os dois estavam dançando colados e não por que, mas aquilo me irritou. O Gil foi o primeiro a me ver e falou alguma coisa no ouvido da Flavia que riu e me olhou debochada. Odiava aquele olhar, cheguei perto dos dois e os separei. - O que vocês estão fazendo? 
Flavia: Ahm, dançando? 
Junior: Juntos? Pensei que você estivesse fazendo o papel de minha namorada.
Flavia: Pelo menos eu não estava aos beijos com ele né? - falou cínica e eu gelei, ela tinha visto. 
Junior: Flavia, olha, aquilo não foi nada... 
Flavia: Relaxa Neymar, você não precisa me dar explicação nenhuma pô. Não sou sua namorada de verdade, cara. Só achei que pelo menos o respeito nós podíamos manter, já que seu pai foi bem claro ao dizer que até o final desse contrato nós não poderíamos nos envolver com mais ninguém. - deu de ombros e deu um gole em sua bebida. 
Junior: Eu sei disso velho, só to tentando dizer que eu não queria aquele beijo. A Bruna faz parte do meu passado, e eu não estava esperando. 
Flavia: Faz o que você quiser Neymar, eu só não quero ser tachada como a corna da história. 
Junior: Para de me chamar de Neymar cara, que merda! - elevei o tom de voz e ela ficou me olhando, respirou fundo e se aproximou, passando os braços por meu pescoço. 
Flavia: Tudo bem, desculpa. Só não achei legal o fato de que uma hora você me beija e na outra está aos amassos com sua ex namorada. - falou meio embolada, e eu tenho certeza que ela só falou isso por causa do efeito da bebida, segurei firme em sua cintura e lhe dei um beijo na testa. 
Junior: Me perdoa! - ela nada disse, apenas encostou sua cabeça em meu ombros e ficamos assim, não dando a mínima pro que iriam falar. Fomos embora quando já se passavam das três da manhã, foi só o tempo de cai na cama que eu apaguei. 

Flavia POV

Acordei com a minha cabeça latejando, peguei meu celular e vi que eram quase onze horas, olhei pro lado e a Rafa estava apagada ali. Levantei e fui direto pro banho, deixei na água gelada pra ver se despertava. Coloquei uma roupa bem básica, já que a minha intenção era malhar um pouco, peguei meu celular e sai do quarto. Como eu imaginei a casa estava um silêncio, fui na cozinha e não tinha ninguém, estranhei, mas preparei meu café e tomei rapidinho. Lavei o que eu sujei e deixei no escorredor pra secar, fui em direção a academia que era acoplada com a casa do Junior. Enquanto me exercitava, comecei a pensar no que havia acontecido ontem, eu e o Neymar nos beijamos, depois ele estava agarrado com a Marquezine, e pra finalizar passamos o resto da noite juntos. Estava tão entretida na esteira que não reparei que tinha alguém me observando, levantei o olhar e vi que o Junior estava encostado na porta me olhando. 
Flávia: Oi! 
Junior: Bom dia, acordou faz tempo? - ligou a esteira ao lado da minha e eu neguei. 
Flavia: Meia hora. - ele assentiu e não falou mais nada. Coloquei novamente meus fone de ouvido e terminei de me exercitar. Me joguei em uns puff que tinham ali enquanto o observava tranquilamente. Tirei uma foto e resolvi postar. 

flaasampaio: Bom dia pra você que assim como eu já está madrugando na esteira!
worlneyamar: Q MARAVILHOSA CARA!  
joanaa_ss: queria eu ficar assim sem makeee  
enzohenrique: neymar come bem p caralho
lucianasampaio: Minha vida, saudades!
60nojunao: ELA TA NO BRASIL??? COMO ASSIM GENTII?
brumarquezine: linda Flavia, foi um prazer te conhecer ontem!
princeneymar: muito mais a Bruna! Noja dessa guria
flaviasampaio: Bruna e Flavia??? Não se mistura princesa.
juliapassos: gente, o neymar acabou de postar uma foto também na academia.

Ri dos comentários, principalmente o da Bruna, nem nos falamos ontem e ela fica de palhaçada no meu instagram?? Da licença cara. Respondi algumas mensagens no whats e fui ver a tal foto que ele havia postado, bom eu não sei se ele fez de propósito ou foi só coincidência, apenas curti a foto e bloqueei meu celular. Fechei os olhos por alguns minutos, foi quando senti ele se jogando em cima de mim. O olhei e ela estava fitando meus lábios, até que eu não aguentei mais e o puxei pela nuca, o beijando. O beijo estava tão bom quanto o de ontem, mas parecia que estava mais gostoso. Ele mordiscava meu lábio e continuou a me beijar calmamente, nos separamos quando o ar começou a faltar. 
Flavia: Me desculpa! 
Junior: Pelo o que?
Flavia: Pelos beijos, o de ontem e esse de agora. 
Junior: Precisa se desculpa não Flavinha, se eu não quisesse não teria correspondido. - deu de ombros e eu o fitei curiosa. 
Flavia: E por que você correspondeu? 
Junior: Por que eu estava com vontade ué. - o encarei por alguns segundos, pensando se isso iria acontecer com frequência. - No que esta pensando? 
Flavia: Se vamos nos beijar de novo. 
Junior: Se você quiser nós podemos nos beijar sempre. - gargalhei e lhe dei um tapa. - Sério po, você beija bem pra caramba. 
Flavia: Cala a boca. - ri e o fitei séria. - promete que isso não vai estragar nossa amizade? 
Junior: Prometo, só vamos ficar quando tivermos vontade po, sem compromisso. - assenti com relutancia e ele voltou a me beijar. 

************************************************************

Hello gente!! 
O que acharam do capítulo??? Me contemmm. 
Eles vão começar a se beijar com mais frequência, mas como eu já disse antes...
NÃO ESTÃO APAIXONADOS, AINDA. 
Comentem o que acharão, a gente se vê no próximo. 
Um beijo!













sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Capítulo 02

         Quando o Junior me deixou em casa já era começo da noite, dei-lhe um beijo no seu rosto e sai do carro. Quando entrei em casa, meus pais estavam sentados na sala e assistiam algo na televisão. Joguei minha bolsa no poltrona que tinha por ali e me sentei no meio deles, que logo começaram a me fazer carinho. - O que houve meu amor?
Flavia: Nada mãe, só tava precisando de carinho mesmo. - dei de ombros e eles riram. - Cadê a Maria?
Flavio: Ta na casa de uma amiguinha, logo vou lá busca-la. - assenti e ficamos em silêncio, apenas ouvindo o ruído da televisão. 
Luciana: Você quer nos contar algo filha?
Flavia: Na verdade mãe, sim, eu preciso conversar com vocês e é até bom que a Maria não esteja em casa.
Luciana: Então o assunto é sério?
Flavia: Acho que sim, pelo menos pra mim foi uma decisão bem importante e gostaria que vocês ficasse ciente disso.
Flavio: Pode falar filha, sabe que estamos com você para o que vier. - respirei fundo e comecei a contar tudo pra eles, desde a proposta até o que aconteceria daqui pra frente. Quando terminei eles me olhavam com a mesma expressão de antes, calmos, os fitava com ansiedade e logo meu pai começou a falar. - Olha Fla, realmente é algo bem inesperado você sabe né? - assenti e abaixei a cabeça. - Não estou brigando filha, nem estou bravo, sei que o Neymar e a família dele são pessoas maravilhosos, e confio plenamente neles, mas...
Luciana: O que seu pai quer dizer filha é que, você sabe que isso vai mudar sua vida radicalmente né? As coisas não serão as mesmas, quando isso acabar você ainda vai ser lembrada como a ex namorada do Neymar Junior. - minha mãe continuou o que meu pai dizia e eu não sabia o que falar, não me arrependo da decisão que havia tomado, mas não era muito legal ouvir tudo isso dos meus pais. 
Flavio: Apoiamos você meu amor, e como eu sempre falo pra você e pra sua irmã, vocês podem contar conosco sempre, amamos vocês e daríamos nossas vidas só pra ver um sorriso nesse rosto lindo. - tocou meu queixo e foi impossivel não sorrir, eles me abraçaram e eu aproveitei um pouco desse carinho. 
Flavia: Amo vocês, obrigado por sempre me apoiarem! - dei um beijo no rosto de cada um e me levantei. - Agora vou tomar um banho e deitar. -eles assentiram e eu subi para o meu quarto. 
[...] Bom, alguns dias se passaram e tudo estava indo como planejado, os meninos ou a Rafa sempre soltavam algo "sem querer" na mídia onde eu e o Junior estávamos juntos ou demonstrando algum tipo de afeto. As pessoas já começaram a comentar a respeito, mas nada muito comprometedor, por enquanto né? Porque tem uns fan clubes do Neymar que meu Deus, dá até dor de cabeça só de ler os comentários. O aniversário da Rafa seria em alguns dias e ela já estava no Brasil, sendo que eu e o resto do pessoal, incluindo o Junior iríamos daqui dois dias. Hoje tinha jogo do Barcelona e eu vou ir junto com os meninos, o Neymar já estava concentrado desde ontem. Chegamos no Camp Nou e já estava praticamente lotado, fomos em direção ao camarote que o Junior havia separado pra gente e encontramos o Duda e o tio Neymar lá. O jogo começou e logo o Barça sofreu o primeiro gol, deixando a todos meio desanimados, mas foi no fim do primeiro tempo que o placar se igualou com um gol do Junior, gritamos muito e ele fez um coração e apontou pro camarote, atraindo diversos olhares pra cá, mesmo sabendo que era tudo planejado, foi impossível não corar. O jogo terminou e o placar ficou no empate mesmo, aos poucos o estádio ia se esvaziando e como o tio Neymar falou que ia atrás do Junior, nós decidimos espera-lo no estacionamento privado para os jogadores. Me encostei no Gil e ele passou o braço pelo meu ombro. - To com sono. - resmunguei e eles riram. 
Gil: Vem cá princesa, deita aqui. - apoiei minha cabeça em seu peito e fechei os olhos, meu corpo gritava por uma cama. Ouvi uma movimentação ao meu redor, mas nem consegui abrir os olhos. - Ela tava cansada! - falou pra alguém e eu senti quando meus pés saíram do chão, abri um pouco os olhos e vi que estava nos braços do Junior, resmunguei e ouvi ele rir baixinho. 

Neymar POV. 

Meu pai ficou me apressando e nem deu tempo de tomar um banho direito, estava cansado, muito. Chegamos no estacionamento e vi que a Flavia estava abraçada com o Gil, pensei que estava passando mal já que estava com os olhos fechados. Me aproximei e vi que na verdade ela estava dormindo, a peguei no colo e fui em direção ao carro, ela abriu um pouco os olhos e resmungou que não consegui entender, ri e a apertei nos meus braços quando vi ela fechando os olhos novamente. 
Junior: Quem ta com a chave?
Jota: Tá comigo, já ta aberto! - puxou a porta de trás e eu me acomodei ali ainda com aquela pequena manhosa no meu colo. O Gil e o Jota também entraram atrás e meu pai com o Big foram na frente. - Ela apagou mesmo hein? - colocou os pés dela em seu colo e eu assenti. 
Junior: É bem cansativo mesmo, parece que ela e a Rafa quase viraram a noite pelo Skype terminando de ver as coisas da festa.
Neymar: Não vejo a hora dessa festa acabar. - murmurou e foi impossível não rir. A Flávia se mexeu no meu colo e eu sacudi um pouco a perna, como se estivesse ninando um bebê. 
Gil: Juninho agora acha que Flávinha é um bebê.
Junior: Cala a boca! - lhe dei uma cotovelada e ele gemeu, fazendo nós rimos mais uma vez. A Flávia se mexeu novamente e abriu os olhos, eles estavam mais escuros, talvez pelo sono perdido. Ela ficou um tempo me fitando em silêncio e eu a fitei na mesma intensidade, a arrumei no meu colo a deixando meio sentada e ela colocou sua cabeça na curva do meu pescoço, sentir sua respiração quente tão perto foi impossivel evitar um arrepio pelo meu corpo. Balancei a cabeça e vi que ela ainda estava acordada, mas em silêncio. Peguei meu celular e entrei no meu instagram, curti algumas fotos e vi que ela havia postado uma logo que o jogo acabou, curti e comecei a ler alguns comentários. 

flaasampaio: Visca el barça!  
                    - Camp Nou Stadium
jordanasouza: ela estava láaaaa!!! 
gabrielarodrigues: olha a nova namorada do @neymarjr, @julimoser... 
neymarrjr92: certeza que aquela comemoração foi pra ela
princenjr: mais uma pra ganhar fama nas costas do Neymar! 
lucianasampaio: princesa da mãe!
myprinflavia: O que importa é ser FELIZ!!!! te amo diva! 
tata: que saudadeeeee de você amor !

Tinha bastante comentário maldoso, claro que sabíamos que isso ia acontecer, mas sei lá, não me senti bem em ver essas pessoas ofendendo ela. Bufei e bloqueei o celular, escutei ela rir baixinho e a fitei curiosamente. 
Flavia: Eu não ligo para o que elas falam Junior, elas não sabem de nada. - deu de ombros e eu assenti. 
Junior: Fico feliz por isso, muito! - logo chegamos na minha casa, já que a Flavia iria dormir lá essa noite. Ela se levantou do meu colo e saiu do carro, e eu a segui. Entramos em casa e estava o mais completo silêncio, o Gil foi acendendo as luzes por onde passava e quando chegou na sala se jogou no enorme sofá, eu o imitei e vi quando a Flávia subiu as escadas com sua mochila nas mãos. - to cansadão cara! 
Jota: Imagino né cara, mas pelo menos não levou tanta porrada nesse jogo. 
Junior: Nem fala mano, graças a Deus por isso! - rimos e ficamos zoando ali, até a Flávia descer e nos deixar de boca aberta. 
Gustavo: Que isso hein Flavinha, ta uma gata! - ela o olho sem graça e mostrou a lingua. A fitei de cima a baixa e porra, ela é muito gostosa cara. 
Flavia: Para ow - riu e me fitou. - eu esqueci de trazer uma blusa pra dormir Ju, posso pegar uma sua ou da Rafa? 
Junior: Obvio que pode né Flavia, oxe! Espera aí que vou lá buscar algo pra ti. - ela assentiu e quando pisei no primeiro degrau, voltei e a fitei. - melhor ainda, vai lá você e escolhe algo no meu closet. 
Flavia: Adoroooo! Vou lá ver se tem algo que eu goste. - ri e ela subiu, fiquei olhando-a até ela desaparecer e quando ela sumiu das minhas vistas me virei e dei um tapa na cabeça do Gustavo que estava ao meu lado. 
Gustavo: Ai porra! 
Junior: "que isso hein Flavinha, ta uma gata!" - o imitei e geral riu. - Se liga ow, ela é da família!
Jota: Ciúmes Juninho??? Hummm.. - começaram a me zoar e eu revirei os olhos. Qual é, ela só tem 18 anos e é como se fosse minha irmã, ciúmes é normal né não? Não falei nada e ficamos ali conversando até ela descer novamente vestida com uma camisa minha. 
Flávia: Melhor? - sentou ao meu lado e jogou suas pernas por cima de mim. 
Gustavo: Não, preferia como estava antes! - o fitei sério e mais uma vez fui motivo de risadas, Flavinha nos fitou curiosa e eu apenas neguei com a cabeça, sorrindo fraco. 
Gil: Não tava com sono cabeça? 
Flavia: Passou, por enquanto. - resmungou entretida com o celular. - Quando nós vamos pro Brasil? 
Junior: Amanhã, final da tarde. Por que? 
Flavia: Rafaela me incomodando com os negócios da festa. - deu de ombros e riu em seguida. 
Jota: E quando vocês vão assumir o "namoro" de vocês? - deu aspas quando falou e eu 
voltei a fitar a Flavia. 
Flavia: Nem adianta me olhar, você que sabe hein! 
Junior: Nem sei cara, tava pensando no aniversário da Rafa mesmo. 
Flavia: Ah, seria uma boa né? O aniversário dela é daqui duas semanas, da pra ajeitar tudo certinho.
Gil: E outra que vocês nem precisam falar nada né? É só chegar junto na festa, ficarem juntos e sei lá, um de nós pode enviar uma foto de vocês pra algum site de fofoca e pronto, assumidos. 
Flavia: Você falando parece ser tão fácil Gilmar. - reclamou e nós rimos. Ficamos ali conversando e a Flávia foi se encostando e quando vi já estava praticamente dormindo no meu colo, de novo. Ri balançando a cabeça e me levantei com ela nos braços. 
Junior: Vou colocar a princesa na cama e já vou dormir também, boa noite ae! - me despedi e fui subindo com ela no meu colo. Fui direto pro meu quarto, coloquei-a na cama e fui tomar um banho, coloquei uma roupa pra dormir, já que não ia dormir de cueca com ela na cama comigo né? Terminei de me vestir, liguei o ar apenas pra ventilar e acendi um pequeno abajur que eu tinha ali, já que eu sabia que a Flávia não dormia no escuro, deitei ao seu lado e nos cobri. Não demorou muito e eu senti o sono vindo. 

Flavia POV. 

Acordei com um movimento na cama, abri os olhos devagar e vi que o Junior estava deitado ao meu lado e que eu estava em seu quarto. Estranhei, claro, mas já estava acostumado com isso, já que nós já dormimos juntos algumas vezes. Com cuidado levantei da cama e fui ao banheiro que tinha ali, fiz minhas necessidades e fui pro quarto da Rafa, já que minha mochila estava lá. Escovei meus dentes, passei uma água no rosto e troquei de roupa, peguei meu celular e desci. Dei uma espiada no quarto do Junior e ele ainda estava dormindo, encostei a porta e fui lá pra baixo. A Ma já estava na cozinha preparando o café e quando me viu soltou um risada. 
Marcela: Ihhh, madrugou foi? 
Flávia: Não poxa, nem sei que horas são na real. - peguei meu celular e vi que não eram nem oito da manhã. - Nossa, que cedo cara! 
Marcela: Aham, ninguém acordou ainda. Só o seu Neymar e o Duda, que já saíram até. 
Flavia: Eles começam cedo. - ela assentiu e colocou uma xícara de café na minha frente. - Vai pro Brasil com a gente? 
Marcela: Não, vou depois. Tenho que resolver mais algumas coisas por aqui e depois vou direto pra Sampa. - assenti e ficamos conversando sobre essa festa, que com certeza vai ser o evento do ano. A Má ficou fazendo o café pro pessoal e eu fui pra sala, me joguei em um dos sofá e fiquei ali mexendo no celular por um tempo. Ouvi alguém descendo as escadas e virei pra ver quem era, dando de cara com o Gil com a maior cara de sono. 
Flavia: É cedo ainda Gilzin...
Gil: Perdi o sono, não dá pra dormir com o Gustavo e o Jota roncando na mesma frequência. - resmungou sentando ao meu lado e eu ri, me encostando em seu braço. 
Flavia: Quer dormir mais um pouco? 
Gil: Depois, agora perdi o sono. - ri fraco e fiquei encostada nele. - Vem, vamos bater uma foto. 
Flavia: Meu fã!
Gil: Sonha Flavinha! - rimos e ele pegou seu celular, tiramos algumas fotos e ele deitou com a cabeça no meu colo. Ele ficou editando a foto enquanto eu mexia no seu cabelo. - Eu vou dormir cara, não para não. 
Flavia: Dorme ow, depois te acordo. - ele assentiu, bloqueou o celular e se ajeitou no meu colo. Ri, peguei meu celular e vi que ele tinha me marcado em uma foto. 

 gilcebola: Madrugando com a maloka! @flaasampaio
mayracris: q lindos cara 
ceboletesdogil: superrrr apoio hein casal... 
rafaella: que saaaaudades, venham logo! 
neylove: eita que talarico hein @gilcebola
bielmaciel: exxxxxxtouro de lindeza ow
flaasampaio: madrugandoooo com o melhor! 

Fiquei lendo alguns comentários e ouvi passos na escada, olhei e dessa vez era o Junior, ele estava sem camisa e vinha coçando os olhos, que coisinha mais linda cara. Ele parou quando meu viu, olhou de mim para o Gil e revirou os olhos. 
Junior: Ele não tem cama não? 
Flavia: Tem po, mas os meninos tão tudo roncando lá. - dei de ombros e ele assentiu. Veio em minha direção e me deu um beijo na testa. - Bom dia! 
Junior: Bom dia princesa! 
Flavia: Ju, eu tenho que ir em casa pra buscar minha mala e outras coisas pra viagem. 
Junior: Tranquilo po, depois te levo lá. 
Flavia: ta ok, agora vai tomar café vai. - mandei e ele riu. 
Junior: To indo, mamãe. - taquei uma almofada que tinha ali perto e ouvi ele gargalhando, ri sozinha e voltei minha atenção para o celular.

******************************************************************
 oiii gente!! E aí, o que tão achando?? Eu só queria explicar essa relação deles. 
O Neymar e a Flavia são acima de tudo, melhores amigos. Por isso essa intimidade deles. 
Eles ainda não estão apaixonados ta? Mas não vai demorar muito também. 
Deixem a opinião de vocês ali embaixo, e comentem muitoooo. 

Ah, por um acaso vocês sabem como por emoji nas postagens??? Quem souber, pfvr 
ME AJUDAAAA!! HAHA
Beijoo!  

domingo, 21 de agosto de 2016

Capítulo 01

          O sol estava radiante, mas o vento gelado que entrava pela janela entre aberta fazia com que meu corpo se arrepiasse. Olhei no relógio e vi que já estava na hora de ir me encontrar com a Rafa, suspirei e fui em direção ao banheiro, liguei o aquecedor pra ver se o frio espantava um pouco e comecei a me despir. Prendi meu cabelo e entrei embaixo d'água, meu corpo relaxou na hora que a água quente desceu. Depois de alguns minutos sai do banho enrolada no meu roupão felpudo, me sentei em frente a penteadeira e dei um trato no meu rosto, depois de pronta fui me vestir. Escolhi uma roupa básica e calcei um tênis que era um dos meus xodós, coloquei algumas coisas dentro da bolsa e sai do quarto, mandando uma mensagem pra Rafaella. 

Oi preta
estou saindo de casa agr!   
Logo estou ai...

Não esperei resposta, bloqueei meu celular e desci as escadas indo em direção a sala de jantar, onde meus pais e minha irmã tomavam café tranquilamente.  - bom dia!
Luciana: Bom dia meu amor! Vai aonde? - perguntou enquanto eu me servia com um pouco de salada de fruta que tinha por ali. 
Flavia: Vou na Rafa, ela quer ajuda com os preparativos pro aniversário dela.
Flavio: Vai ser no Brasil né? - assenti e tomei um gole de café. 
Flavia: Sim pai, é lá que mora a família deles né? Aí fica mais fácil do que trazer todos pra cá.
Ana Clara: E você vai pra lá também?
Flavia: É bem provável amor, mas vamos ver certinho ainda. - eles assentiram e engatamos outro assunto, terminei meu café e perguntei pro meu pai se ele não me deixava lá na Rafa, já que eu ainda não fiz minha carta de motorista.  Fomos escutando as músicas que tocavam no rádio e não demorou muito pra chegarmos, me despedi do meu pai e toquei o interfone. 
Marcela: Quem é?
Flavia: Sou eu Má, a Flavinha!
Marcela: Já to liberando Fla! - enquanto o portão não era liberado resolvi postar uma foto que eu havia tirado antes de sair de casa. O portão abriu e eu entrei anda entretida com a foto, terminei de edita-la e em seguida postei. Bloqueei meu celular e entrei dentro da casa tão conhecida por mim, encontrando a Rafa jogada no sofá com o Poker em seu colo. 

POV Junior

Meu pai e o Duda haviam me chamado para uma reunião no escritório do meu pai, a conversa estava séria e eu estava confuso, já que não havia me metido em nenhuma confusão recentemente. - você ouviu Juninho?
Junior: O que? Viajei Duda, desculpa!
Duda: Estávamos falando que você não precisa se preocupar, você não está aqui por fez algo de errado. - respirei aliviado, mas ainda estava confuso. 
Junior: Então por que eu estou aqui?
Neymar: Bom, eu e o Duda estávamos conversando e avaliamos algumas coisas de sua carreira. O seu ultimo relacionamento sério foi com a Bruna, e isso faz quase três anos e a mídia está em cima de você justamente por causa disso, já que quase todo dia alguém é apontada como sua nova namorada.
Junior: Ta, mas ainda não entendi.
Duda: O que estamos tentando dizer é que você precisa de uma namorada séria, um relacionamento que faça com que a mídia largue do seu pé.
Junior: Vocês estão loucos? - me levantei da poltrona em que estava jogado e eles acompanharam meu movimento. 
Neymar: Junior, isso é sério filho! A lista de convocação para as Olimpíadas está quase saindo, e pode ter certeza que seu nome não vai estar lá se eles verem que você está mais preocupado em sair pra noitada e pegar todas do que focar no futebol.
Junior: E no que uma "namorada" vai mudar isso?
Duda: Tudo, você com um relacionamento sério vai passar maturidade, uma pessoa que só vai se preocupar com o futebol. - suspirei, certo, isso era estranho. Fiquei por alguns minutos pensando nessa possibilidade, um namoro de mentira, era só o que me faltava. 
Junior: E como isso vai funcionar?  - eles respiraram aliviados e eu acabei por rir. 
Neymar: Separamos algumas garotas que possivelmente você pode se interessar, a que for escolhida vamos marcar uma entrevista e explica-la como as coisas acontecerão.
Junior: E quem são essas garotas?
Duda: Aqui, tenho as fotos salvas no meu celular. - ele me entregou seu celular e fui passando foto por foto, mas nenhuma realmente havia chamado minha atenção, pareciam todas falsificadas de mais. 
Junior: Sinceramente? Não gostei de nenhuma. - entreguei o celular para o Duda e eles suspiraram. 
Neymar: Então vamos fazer assim, você pode escolher alguém que lhe interesse e nós fazemos o resto, mas lembrando que isso não pode demorar muito. - Assenti e eles engataram outro assunto, me joguei novamente no sofá e entrei no meu Instagram, tentando pensar em quem eu poderia escolher. Curti algumas fotos e foi quando eu vi uma foto que havia sido postada a alguns minutos atrás, e uma ideia surgiu na minha cabeça. 
Junior: Já sei quem eu quero!
Duda: Mas já?? - perguntou espantado e eu assenti. - E quem seria? - virei meu celular pra eles e vi que eles ficaram assustados com a minha escolha. 

flaasampaio: Bom diaa com o friozinho de Barcelona!!

Neymar: A Flavinha Junior? Ela é quase de família! 
Junior: Pensa pai, nós conhecemos ela, sabemos a pessoa maravilhosa que ela é, não vai ter problema algum. Sério, não existe pessoa melhor do que a Flávia!
Eles ficaram se olhando por algum tempo e eu roía o canto da minha unha ansioso, qual é, a Flavia além der ser minha amiga, é uma gata e é perfeita pra ser minha "namorada".
Duda: Certo, vamos conversar com ela certinho e ver se ela aceita. 
Neymar: A Rafa falou que ela estava vindo aqui em casa, provavelmente já deve ter chego. 
Junior: Ok, vou lá ver e já chamo ela pra vir aqui. - eles assentiram e eu sai daquela sala nervoso, tomara que ela aceite, eu sinceramente não sei o que fazer caso ela recuse. Cheguei na sala e ela estava lá com a Rafa, jogadas no sofá e rindo de alguma coisa que viam no celular. Certo, isso não vai ser nenhum sacrifício, ela realmente é linda. - Olha quem tá aqui! 
Flavia: Junior, oi! - ela se levantou e me deu um beijo na bochecha. - tudo bem?
Junior: Tranquilo pô! Fla, será que nós podíamos conversar lá no escritório do coroa?    
Flavia: Aconteceu alguma coisa? Eu fiz algo? 
Junior: Relaxa, você não fez nada não. É só que eu queria te fazer uma proposta. 
Flavia: A sim, que alivio. - ri e ela me acompanhou. Seguimos para o segundo andar e eu abri a porta pra ela entrar primeiro. - Que cavalheiro! - zombou e eu lhe dei um tapa na cabeça, rindo em seguida. Meu pai e Duda ainda estavam ali e nos olharam quando entramos. - Com licença, oi tio! Duda! - deu um beijo nos dois e se acomodou no sofá que tinha ali, eu a imitei e esperei eles jogarem a bomba. 
Neymar: Oi querida, estávamos falando de você. 
Flavia: Espero que bem! - rimos e ela corou. 
Duda: Sim Flavinha, super bem. Bom, vamos começar. Na verdade Flavia, gostaríamos de estar te fazendo uma proposta e esperamos que você aceite. 
Flavia: Sim, o Junior já havia comentado algo assim comigo. 
Duda: O que acontece é que o Juninho tá com uma imagem de baladeiro pra mídia, uma pessoa que ta mais preocupado em que balada vai do que jogar o futebol que lhe foi proposto. A nossa ideia é que o Junior arranje uma namorada séria, que para a mídia seja real. Entende? - ela assentiu, mas não falou nada. - E é aí que você entra! 
Junior: Flavia, o que o Duda quer dizer é que eu gostaria muito que você aceitasse ser minha namorada por um tempo, até a mídia sair do meu pé. - ela me olhou assustada, e eu até riria se não fosse uma situação séria. 
Flavia: Como assim gente? Namorada? 
Neymar: Isso mesmo Fla, vocês fingiram estar em um relacionamento, pelo menos até as Olimpíadas passar. Olha, eu sei que é uma decisão dificil, que vai mudar sua vida radicalmente do dia pra noite, mas nós realmente precisamos da sua ajuda, o Junior precisa. - eu a olhava ansioso, nervoso e mais algumas coisas. Ela me olhou por alguns segundos e suspirou em seguida. 
Flavia: Ok, e como vai ser isso? - soltei a respiração com alívio e meu pai começou a explicar como funcionaria. 
Neymar: Vocês vão começar com calma, postando fotos com amigos onde estão juntos, você pode começar a ir nos jogos, e depois de um tempo vocês assumem de vez. 
Flavia: Eu vou poder contar pra alguém? 
Duda: Pra quem você gostaria de contar? 
Flavia: Apenas para os meus pais. 
Junior: Não vai contar pra Maria? 
Flavia: Não, ela não entende essas coisas ainda, só tem nove anos. - deu de ombros e eu assenti. -  E você Ju? Vai contar pra alguém? 
Junior: Só pra família mesmo, minha mãe, a Rafa, a Marcela, e pro Jota, Gil e Gustavo. 
Duda: Então está combinado, a partir de hoje vocês são oficialmente namorados. 
Flavia: Espera, eu tenho mais uma dúvida. - Duda fez sinal pra que ela continuasse. - Vamos poder ficar com outras pessoas? 
Neymar: Não, até isso acabar vocês não podem ficar com ninguém, se não tudo vai ser em vão. - assentimos e eles sairam da sala, terminando de acertar os ultimos detalhes e eu fitei a morena na minha frente. 
Junior: Posso te fazer uma pergunta? -ela assentiu e eu continuei. - Por que você aceitou participar disso? - ela ficou um tempo me olhando, pra em seguida suspirar e desviar o olhar. 
Flavia: Amigos são pra isso Junior, você precisava de uma namorada e fez essa proposta pra mim, e eu aceitei, pronto. - resmungou e eu ri, a puxando para os meus braços. - 
Junior: Obrigado! Sério mesmo pô, não sei o que eu faria se você não aceitasse. 
Flavia: Realmente, não sei o que você faria. - falou convencida e eu lhe dei uma mordida na bochecha. - Nojento!  
Junior: Deixa eu falar, você sabe que vai ter momentos que vamos ter que nos beijar né? - ela me olhou confusa e eu segurei o riso. - Se bem que não vai ser nenhum sacrifício pra você né?
Flavia: Ai Neymar, cala a boca vai. - colocou a mão na minha boca e eu gargalhei. - Sobre os beijos, bom, fazer o que né? Você até que é bem gatinho. 
Junior: Filha, eu sou gato, nada de gatinho. E se você quiser, nós podemos começar a treinar esses beijos aí. 
Flavia: Hoje eu dispenso, obrigada. - levantou do sofá onde estávamos sentados e me puxou junto. - Vem, temos que contar pro pessoal sobre esse namoro e ainda tenho que ajudar a Rafa com os ultimos preparativos do aniversário dela. 
Junior: Vamos lá! Ah, sabe o que nós podíamos fazer? 
Flavia: O que? 
Junior: "Assumir" no aniversário da Rafa ué. 
Flavia: O aniversário dela é daqui três semanas Junior. 
Junior: O que nos da tempo suficiente pra preparar o terreno. O que acha? 
Flavia:Tudo bem, só deixa que aproveitar meus ultimos dias no sossego ta? - resmungou e eu ri, até que não seria nenhum sacrifício passar algum tempo ao lado dela. O pessoal já estava reunido lá embaixo, nos aproximamos e começamos a explicar o que iria acontecer a partir de hoje. Eles ficaram confusos, mas logo concordaram em nos ajudar e dar todo o apoio possível. Ficamos ali na sala conversando banalidades por algum tempo. 
Rafaella: Ta bom, agora deem licença que eu e a minha cunha aqui vamos terminar de arrumar as coisas pro meu aniversário. - puxou a Flavia pelo pescoço e nós rimos. 
Gil: O que falta pra ver ainda? 
Rafaella: Os últimos detalhes na verdade, algumas coisas da decoração e das lembrancinhas. 
Gustavo: E quando nós vamos pro Braza? 
Rafaella: Olha, eu pretendo ir uma semana antes pelo menos, sei lá, vai que dá algo de errado. 
Flavia: Relaxa Rafa, vai dar tudo certo. 
Jota: E você vai junto com a Rafa Flavinha? 
Flavia: Eu não sei, talvez seria bom ir junto com o Junior né? - ela me olhou e eu assenti. 
Junior: Eu vou logo depois que a Rafa, acho que uns dois dias depois. 
Gil: Ah ok então! Acho que vamos todos com vocês né? - os meninos assentiram e ficamos ali mais um tempo, resolvemos ir lá pra área de lazer. Sentei em uma das poltronas que tinham ali e a Flavia veio junto comigo, jogando as pernas por cima das minhas, a olhei e ela sorriu, encostando a cabeça no meu peito em seguida. Acima de qualquer coisa somos amigos, melhores amigos e espero que isso não mude nunca. 
   
*************************************************************


Oi gente, tudo bem? Bom, tenho que falar que estou mega feliz com essa fic, 
É uma ideia louca que eu tive, já que eu nunca vi uma historia com o Neymar em que o 
amor surgia por meio de um contrato. 
Espero que vocês gostem, pois eu estou amando escrever essa estória, 
Um beijo!